top of page

próximos eventos

 

Chamada de Artigos

Edição Especial de Argumentação e Advocacia

Argumentação nas Américas

 

A Argumentation and Advocacy convida a submissões para uma edição especial intitulada “Argumentação nas Américas”.  Conceituar, teorizar, pesquisar e praticar a argumentação transcende as fronteiras disciplinares e as fronteiras nacionais. Embora os estudos sejam transnacionais, a inserção cultural de todas as práticas sociais, incluindo a pesquisa, indica que a localização dessas atividades é importante. Práticas culturalmente incorporadas moldam o comportamento dos argumentadores comuns, o estudo da argumentação dos estudiosos, como a argumentação é ensinada e até mesmo o que significa para algo contar como um argumento em primeiro lugar. Nosso apelo é, em parte, inspirado pelo apelo de Dale Hample (e outros) para estudos explorando culturas argumentativas localizadas e situadas, bem como a recente formação da Rede de Argumentação das Américas. Neste caso, estamos interessados em ensaios que enfocam especificamente as tradições, costumes, instituições culturais das Américas. Com isso não queremos dizer simplesmente os EUA ou o Canadá, mas propomos uma perspectiva pan-americana que abrange todas as maneiras pelas quais podemos construir uma compreensão das explicações americanas da argumentação.

 

Convidamos ensaios que se relacionam, mas não se limitam, a questões como: “O que constitui uma perspectiva americana sobre Argumentação?” “Que exigências trouxeram ao estudo da argumentação nas Américas?” “O que é culturalmente interessante sobre como a argumentação é praticada ou estudada nas Américas?”, “Como as práticas argumentativas refletem os ambientes econômicos e sociais específicos das Américas?” e “De que maneiras os poderes coloniais e as instituições supremacistas brancas moldaram o argumento e a argumentação nas Américas?”

 

 

Os manuscritos devem ser enviados até 1º de julho de 2022.

Editores da edição especial: Justin Eckstein ( ecksteja@plu.edu ) e Harry Weger ( harry.weger@ucf.edu )

 

 

Os seguintes procedimentos devem ser seguidos ao enviar manuscritos:

  • Nós iremos apenas exceto submissões em inglês.

  • Serão consideradas apenas submissões eletrônicas. Site de submissão: https://www.tandfonline.com/journals/rafa20

  • Os manuscritos devem ser preparados usando MS Word e devem ser enviados como um arquivo doc ou docx.

  • O manuscrito deve incluir uma página de título sem qualquer informação que identifique o(s) autor(es) e uma página de título separada que inclua os nomes de todos os autores contribuintes, informações de contato e afiliações acadêmicas.

  • Se o manuscrito relata análises estatísticas de dados, os autores devem seguir todas as convenções listadas na 7ª edição do manual de estilo da American Psychological Association para relatar confiabilidade de instrumentos de medição, formatação e relatório de testes estatísticos e formatação de tabelas e figuras. Todos os testes estatísticos de significância devem incluir tamanhos de efeito apropriados, independentemente de os testes atenderem ou não aos níveis convencionais de significância.

  • Os manuscritos não devem exceder cerca de 5.000 palavras, excluindo referências, notas e tabelas.

  • Todos os manuscritos serão lidos pelos editores do número especial e pelo menos um outro estudioso com experiência na área.

 

Chamada de Artigos

 

Edição Especial de Argumentação e Advocacia

Argumentação nas Américas

 

A revista Argumentation and Advocacy está apresentando artigos para uma edição especial intitulada “Argumentação nas Américas”. A conceituação, a teorização, a pesquisa e prática da argumentação transcendem fronteiras disciplinares e nacionais. Embora a pesquisa seja um fenômeno transnacional, o enraizamento de todas as práticas sociais, incluindo a pesquisa, indica que a localização dessas atividades é importante. Práticas culturais moldam a argumentação comum, assim como o estudo de pessoas e o ensino da argumentação própria identificação que conta um argumento. Nossa se inspira no feito por Dale Hample (entre outros) chamada por pesquisa das Américas que exploram culturas de argumentação recentes localizadas e localizadas, e se inspira também na Rede de Argumentação. Neste momento, mais artigos que se concentrem nas tradições, trajes e instituições culturais das Américas. Com isso não temos em mente apenas os Estados Unidos e o Canadá, mas propomos uma perspectiva panamericana que englobe todas as formas possíveis de construir uma compreensão de abordagens americanas sobre a argumentação.

 

Buscamos artigos que abordem (mas não se limitam a) questões como: “O que constitui uma perspectiva americana sobre a argumentação?”; “Que provocarão o estudo da argumentação nas Américas?”; “O que há de culturalmente interessante na forma como a argumentação é praticada ou estudada nas Américas?”; “Como as práticas de argumentação são ambientes ambientais e sociais?” e “De que forma poderes coloniais e instituições supremacistas moldaram a argumentação nas Américas?”

 

Os manuscritos devem ser enviados até 1º de julho de 2022.

Os organizadores da edição especial são Justin Eckstein ( ecksteja@plu.edu ) e Harry Weger ( harry.weger@ucf.edu )

 

Os seguintes procedimentos devem ser seguidos quando do envio de manuscritos:

  • Aceitaremos apenas textos em inglês.

  • Somente lançamentos como submissões feitas por via eletrônica. Página para submissão: https://www.tandfonline.com/journals/rafa20

  • Os manuscritos devem ser preparados com MS Word e enviados como arquivo doc ou docx.

  • Os manuscritos devem conter uma página com título sem qualquer informação que indique autoria e uma página separada que indique autoria, dados para contato e afiliações acadêmicas.

  • Se todos os manuscritos da American Psychological Association seguirão todas as instruções e modelos de testes da American Psychological Association para que sejam relacionados com a definição de instrumentos de configuração e análise de modelos de testes de configuração, como eles devem ser usados para todos os modelos de testes e análise de modelos de configuração. Todos os testes estatísticos de significância devem incluir modelos de efeitos apropriados, independentemente dos testes atenderem ou não aos padrões de significância adequados.

  • Os manuscritos não devem ter mais que 5.000 palavras, sem contar como referências, notas e tabelas.

  • Todos os manuscritos serão lidos pelos organizadores da edição especial além de pelo menos mais um/a parecerista especializado/a no tema.

 

 

 

 

Convocatoria de propuesta s

 

 

Número especial de Argumentação e Advocacia

Argumentação nas Américas

 

Argumentação e Advocacia convidam a apresentar propostas para um número especial intitulado "Argumentación en las Américas".  Conceituar, teorizar, investigar e praticar a argumentação sobre os limites disciplinares e as fronteiras nacionais. Aunque la academia es transnacional, o arraigo cultural de todas as práticas sociais, inclui a investigação, a mostra que a publicação destas atividades é importante. As práticas culturalmente arraigadas modelam o comportamento das pessoas argumentando em contextos ordinários, o estúdio de argumentação por parte de lo(a)s académico(a)s, a forma em que se entende a argumentação, e até mesmo o que significa que algo tácito como un argumento en primer lugar. Nossa convocatória se inspira, em parte, no chamado de Dale Hample (y otro(a)s) na investigação das culturas argumentativas localizadas e localizadas, como na formação recente da Red de Argumentación de las Américas. Neste caso, estamos interessados em ensaios que se concentram especificamente nas tradições, costumes e instituições culturais das Américas. Con esto no nos referimos simplesmente a los EE.UU. o Canadá, sino que proponemos una perspectiva panamericana que abarque todas as formas en que podemos construir uma compreensão dos relatos históricos da argumentação.

 

Convidamos a apresentar ensayos que se relacionen con, pero que no se limiten necessariamente a, preguntas tales como: "¿Qué constituye una perspectiva americana de la argumentación?", "¿Qué exigencias trajo el estudio de la argumentación en América?", " ¿Qué é culturalmente interessante sobre como é prático o estudo da argumentação nas Américas?", "¿De que maneira as práticas argumentativas refletem os ambientes econômicos e sociais específicos das Américas?" y "¿De qué manera los poderes coloniais y las instituições supremacistas blancas han dado forma a la argumentación ya la argumentación las Américas?"

 

 

Los manuscritos pueden presentarse hasta el 1 de julio de 2022.

Editores do número especial: Justin Eckstein (ecksteja@plu.edu) e Harry Weger (harry.weger@ucf.edu)

 

 

O envio de manuscritos deve seguir os seguintes procedimentos:

- Só se aceite envios em inglês.

- Apenas se tendrán em conta os envios eletrônicos. Site de apresentação: https://www.tandfonline.com/journals/rafa20 

- Los manuscritos deben prepararse em MS Word e enviar como archivos doc o docx.

- O manuscrito debe incluir uma “página de título” sem nenhuma informação que indique ao(a) autor(a) ou autor(a)sy una de título separado que inclui os nomes de todo(a)s los autor(a) s contribuintes, informações de contato e afiliações acadêmicas.

- Se o manuscrito informa de análise estadística de dados, os autores devem seguir todas as convenções enumeradas na 7ª edição do manual de estilo da American Psychological Association para informar sobre a confiabilidade dos instrumentos de medida, o formato e a informação de las pruebas estadísticas, y el formato de las tablas y figuras. Todas as pruebas estadísticas de significação devem incluir tamanhos de efeito apropriados, independentemente de que as pruebas cumplan ou não com os níveis convencionais de significância.

- Os manuscritos não devem exceder as 5.000 palavras, excluindo as referências, as notas e as tabelas.

- Todos os manuscritos serão lidos pelos editores do número especial e pelo menos otro(a) académico(a) experto(a) na área.

Julder Picture.png
Audrey Picture.jpg
bottom of page